Metodologia da investigação de um acidente rodoviário

Metodologia da investigação de um acidente rodoviário

Ao longo de ano e meio de existência podemos afirmar que sensivelmente mais de metade dos acidentes investigados pelo CENPERCA estão relacionados com acidentes de viação – veículos ligeiros, pesados, bicicletas, motociclos, peões, veículos ferroviários.

Os acidentes de viação e a sua reconstituição científica são portanto uma parte importante do nosso trabalho. Interessa-nos não só determinar a dinâmica do acidente e respectivos danos mas também compilar informação relativa à causalidade de um acidente de viação com o objectivo de prevenir e sensibilizar os utilizadores da via pública.

A investigação e reconstituição científica de um acidente de viação envolve determinadas etapas de entre as quais referimos as mais importantes:

  • Leitura dos depoimentos dos intervenientes do acidente; participação do acidente.
  • Analisar e/ou criar um registo fotográfico do local do acidente e respectivos veículos.
  • Provas forenses, testemunhas e relatórios médicos.
  • Espaço temporal do acidente.
  • Ponto antes do impacto, ponto de impacto e posições de imobilização.
  • Compatibilidade de danos, visibilidade e reacções.
  • Resolução segundo Mecânica Clássica.
  • Verificação e reconstituição do acidente por modelação numérica e/ou simulação computacional da colisão, trajectórias e danos.

A investigação e reconstituição científica dos acidentes deve ser abordada de um ponto de vista multidisciplinar e seus objectivos devem englobar sempre a identificação de factores que permitam a prevenção e sensibilização de modo a evitar um possível acidente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *